sexta-feira, 21 de julho de 2017

Tarô dos Orixás — Arcanos Menores - ESPADAS

A maioria dos baralhos apresenta figuras muito simples e padronizadas nos naipes, o que dá pouco alimento para a imaginação. Para fugir desse padrão, escolhi para a decoração dos naipes figuras relacionadas a alguns mitos e a objetos de culto brasileiros e africanos. Na descrição dos naipes, além do significado tradicional da carta, há uma descrição sucinta dessas figuras.

Espadas 

Simboliza o elemento Ar. 
No mundo exterior representa a luta, o obstáculo; no interior, o pensamento lógico e abstrato. 
No plano esotérico, simboliza a crítica a tudo que foi feito antes, a luta contra as falhas e ilusões, o abandono dos rituais externos. 
Como seu símbolo é a espada, usei espadas, lanças, flechas e tridentes que são armas de vários orixás. 
As figuras são orixás ligados ao ar.

As Cartas:

 1 — (A Arma dos Guerreiros)
 A espada, arma dos guerreiros. 
Início de fase emocionalmente turbulenta. 
Unidade; luta contra obstáculos, conquista pela força (para o bem ou o mal), violência. Obsessão, excesso de apego. 

2 — (A Arma dos Caçadores) 
Arco e flecha, arma dos caçadores. 
Situação temporária, precisa fazer algo que não gosta; luta para defender ligações ou contra rivalidades, equilíbrio em situação dúbia ou agressiva. 

3 — (O Tridente de Exú) 
Obstáculos, inércia. 
Afastamento por desgostos, ruptura, dispersão, desordem, desprezo, aversão. 
Fecha-se mentalmente por medo. 

4 — (As 4 Direções do Mundo) 
As lanças das quatro direções no mundo (fetiche africano). 
Momento de calma, recuperação, construção, organização. 
Repouso ou exílio, retiro solitário e seguro. 
Conservação, avareza. 

5 — (As 4 Direções e o Centro) 
A quinta direção é o centro. 
Destruição, limpeza, castigo. 
Degradação, desonra, ruína, separação, perda. 

6 — (Ferramentas de Ogum) 
Necessidade de seguir um caminho que pode exigir sacrifício; tentações, indecisão, revelação de segredos. 
Busca de harmonia. 

7 — (Lanças de Obaluaiê) 
A ferramenta de Obaluaiê é um jogo de lanças. 
Tentativa de realizar planos que podem falhar por serem muito ambiciosos. 
Risco de acidentes e catástrofes imprevistas. 

8 — (Barreira nos Caminhos) 
Um jogo de lanças que pertence a Exu. 
Posição instável por causa de calúnias. 
Inveja, obstáculos. 
Perdas, roubos, condenação, doença. 
Autoimagem ruim. 

9 — (Ferramenta de Exu) 
O tridente múltiplo de Exu. 
Prisão a ilusões, medo de mudanças e fracassos. 
Risco de decepções e atrasos. 
Necessidade de se adaptar às mudanças. 
Imaginação. 

10 — (Armas de Todos os Orixás) 
As diferentes armas dos vários orixás. 
Alternativas de ganhos e perdas, obstáculos inesperados, desentendimentos com parceiros, risco de traição. 
Doenças. 

PAJEM — Ibeji, as crianças. 
Vigilante, espião, traidor. 
Paixão com brigas. 

CAVALEIRO — Ogum, que abre os caminhos. 
Impulso para perseguir, lutar, defender-se ou atacar. 
Destruição, calúnia, risco de morte. 

RAINHA — Ewá, a chuva, é uma misteriosa deusa celeste. 
Sofrimento com dignidade, tristeza, perda, solidão. 
Mulher cruel, falsa, intrigante; inimiga perigosa. 
Privação, esterilidade, ciúme, traição. 

REI — Oxalá é o Grande Pai celeste. 
Homem maduro, poderoso, decidido. 
Poder, autoridade, rigidez; contato com justiça e armas; uso de força.






Lucia


Extraído de:
Tarô dos Orixás –  Eneida Duarte Gaspar, Editora Pallas.

Fonte primordial:
hospedado no 4shared.com por pehemaas-br.blogspot.com

quarta-feira, 19 de julho de 2017

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Destino e Tarô: Combinações Lenormand/Baralho Cigano – 8. Caixão

Destino e Tarô: Combinações Lenormand/Baralho Cigano – 8. Caixão: 8. Caixão + 1. Cavaleiro - Um novo começo. - Renascimento. 8. Caixão + 2. Trevo - Algo bom sai de um final. - Segunda oport...


Tarô Místico — Arcanos Menores - ESPADAS

O Tarô que acompanha o livro não possui os Arcanos Numerados, apenas os 22 Arcanos Maiores e 20 Arcanos Menores (ases e figuras).



VALETE DE ESPADAS — Novidade no trabalho; pequena vitória; discussão com um namorado; conflito com uma pessoa nova; pouco trabalho; inimigo jovem; jovem agressivo; pequena briga com filho.

CAVALEIRO DE ESPADAS — A caminho, um trabalho, um inimigo ou adversário; conflito com irmão, primo ou amigo; a possibilidade de vencer uma luta; conquista mé- dia; viagem para trabalhar; a fé ajuda a achar trabalho.

RAINHA DE ESPADAS — Realização no trabalho; inimizade ou intriga no trabalho; disputa profissional com uma mulher; o trabalho ou tarefa é uma certeza; separação; o corte ou a cirurgia; a mulher separada.

REIS DE ESPADAS — Realização no trabalho; conquista na área profissional; vitória nas atividades; luta recompensada com sucesso; um homem separado ou mal casado; muito esforço a fazer; um grande inimigo, que faz oposição.

ÁS DE ESPADAS — Significa, essencialmente, perfeição na área do trabalho, mas também significa vitória, luta vencida, derrota dos inimigos, afastamento de uma oposição, poder realizador. 
Seu significado místico inclui a maestria na manipulação sobre o elemento fogo, o que traz a capacidade de executar modificações energéticas através deste elemento, gerando vibrações do pólo positivo ou masculino, vibrações que emanam energia criativa, sucesso sobre os obstáculos à evolução espiritual.




Lucia


Extraído de:
Tarô Místico – Celina Fioravanti, Editora Pensamento.

Fonte primordial:
hospedado no 4shared.com por pehemaas-br.blogspot.com

Imagem:
comprazen.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Selos