quinta-feira, 29 de março de 2012

Tarot Yu-Gi-Oh! - A Roda da Fortuna

Tarot em Evidência!
Em Yu-Gi-Oh!


A palavra Tarot aparece neste texto, como uma
 descrição belíssima do Arcano Maior, A Roda da Fortuna, para descrever uma carta de Yu-Gi-Oh!. Carly, a Signatária das Trevas.

FORTUNE LADIES


WHEEL OF FORTUNE 01 (FORTUNE LADY REVIEW)


A Roda da Fortuna, ou Fortunae Rota, é um conceito em filosofia antiga e medieval, referindo-se à natureza inconstante do Destino. A Roda pertence à deusa romana chamada Fortuna, que gira ao acaso, mudando as posições dos que estão sujeitos a ela - alguns sofrem grande infortúnio, outros ganhos inesperados.

Na mitologia romana, Fortuna (equivalente à deusa grega Tyche) deusa da fortuna, foi à personificação de sorte, mas ela pode ser representada velada e cega, como representações modernas de justiça, e passou a representar os caprichos da vida. Seu nome parece derivar “vortumna” (ela que gira durante o tempo) porém a mais antiga referência à Roda da Fortuna, emblemático das mudanças intermináveis na vida entre prosperidade e desastre, ocorre em Cícero, In Pisonem, ca. 55 aC. 


Representações medievais da Fortuna enfatizam sua dualidade e instabilidade, como as duas faces do deus Janus. Ela estava associada com a cornucópia, leme do navio, a bola e a roda. A cornucópia é o lugar onde a abundância flui, o leme esta associado a mudanças do destino, o globo simboliza a chance, e a roda simboliza que a sorte, boa ou má, mas nunca dura.

A roda da fortuna foi amplamente utilizada como uma alegoria da literatura medieval e arte para auxiliar o ensino religioso. Caracteristicamente, A roda da fortuna tem quatro estágios, ou as fases da vida, com quatro figuras humanas, normalmente indicadas a sua esquerda (eu irei reinar), no topo (eu reino; esta geralmente usa coroa), descendo à direita (eu reinei) e a figura humilde no fundo é marcado “sum sine regno” (estou sem reino). Cada estagio representaria o destino sempre mutável daqueles que a ela estão sujeitos (humanidade) 




Embora classicamente a Roda da Fortuna podem ter resultados favoráveis ou não, os escritores medievais preferiram concentrar-se sobre o aspecto trágico, se detendo sobre a queda dos poderosos - que serve para lembrar as pessoas da temporalidade das coisas terrenas. a Roda da Fortuna aparece inúmeras vezes na arte medieval, sejam em manuscritos e ate mesmo em grandes janelas em catedrais medievais. Dante empregou a roda no Inferno usando como flagelo para os condenados e ela aparece também no Tarot.


Fonte: Texto e ImagensSHADOW REALMS: Forums



Lucia



2 comentários:

Leia antes de postar!

Devido a falta de tempo, dúvidas ou ajuda na interpretação de cartas e jogos serão respondidas somente via e-mail, faça seu pedido acessando o link:

→ Aulas de Tarot - Interpretação de Jogos - http://samantha-tarologa.blogspot.com.br/p/aulas-praticas-de-tarot-interpretacao.html

Pagamentos via PayPal e PagSeguro.


Agradeço a sua visita.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Selos