sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Leitura pela Mandala Astrológica com a Justiça.

A Mandala Astrológica também conhecida como Roda Zodiacal ou Astrológica, Tiragem Astrológica, Grande Jogo ... é um método fascinante.

Neste artigo mostra a interpretação de cada Arcano Maior em cada uma das doze Casas da Mandala Astrológica, de forma simplificada.

Sendo que, em uma leitura completa deste método, cada Casa aborda vários assuntos da vida do consulente e é possível obter mais informações usando também as casas derivadas, seus eixos, os quadrados, os triângulos e outros enfoques.


Pode-se fazer a leitura com um Arcano Maior por casa ou 1 Arcano Maior acompanhado de 1 ou 2 Arcanos Menores por casa que podem também ser interpretados segundo os decanatos.

A seguir 3 das várias maneiras (sugestões) de interpretação deste método, onde o tema das casas tem um significado peculiar para cada autor.



A Justiça em cada Casa da Mandala Astrológica



Sugestão de interpretação 1:

Casa I - Representa o consulente, o seu físico, as possibilidades energéticas, o seu poder de vida e o que lhe foi legado pelos ascendentes. 
Justiça na Casa 1 -   O consulente poderá enfrentar um processo, uma divergência, um debate. Esta carta protege em caso de dificuldades, desde que a honestidade e a imparcialidade façam parte do caráter do consulente.

Casa II - Os bens, a banca, o crédito concedido, os movimentos de fundos, o dinheiro. A vida financeira do consulente, o que pode esperar de novo nesse domínio.
Justiça na Casa 2 -  Associação ou partilha. A vida financeira está submetida a novo equilíbrio. Em caso de cartas desfavoráveis, desembolso ou perda de dinheiro, em consequência da justiça, processos, etc.

Casa III - A inteligência e o ambiente do consulente. O que vai acontecer no seu próprio círculo; as pequenas viagens, a vida cotidiana. Os escritos, os livros, as cartas, o carteiro, as mensagens. Os irmãos.
Justiça na Casa 3 -  Notícias de um processo ou um debate. As viagens são pouco favorecidas e exigem prudência, as contestações com outros poderão gerar processos.

Casa IV - O lar do consulente, a sua família. Seu pai (se é um homem que consulta). Sua mãe (se é uma mulher que interroga o destino). O patrimônio, todas as questões imobiliárias em curso ou novas. O dinheiro tirado dos escritos.
Justiça na Casa 4 - Partilha ou possibilidade de herança. As transações envolverão o lar, o plano imobiliário; compra ou venda. Com cartas de Copas, pode significar novo casamento para si ou alguém da família.

Casa V - Os amores do consulente, eventualmente, os filhos, as suas criações, o ensino, o que ama, o teatro, o cinema, as férias.
Justiça na Casa 5 -  Carta favorável a um trabalho filosófico ou a produções sociológicas, políticas, etc., mas que deixa estável o plano afetivo. Com cartas más, pode significar um processo para os filhos ou demandado por eles.

Casa VI - O trabalho, a saúde, a servidão, as pequenas doenças, tudo o que se reveste de um sentido de obrigação, mas também de dedicação. Os servidores, auxiliares, o pessoal doméstico.
Justiça na Casa 6 -   Novo equilíbrio no trabalho. Indica que o consulente pode ter processos a respeito de subalternos ou na sua profissão (com uma carta má na casa I e outras maléficas na casa XII).

Casa VII - O cônjuge, a vida conjugal, as relações matrimoniais, eventualmente, o divórcio, as associações, os contratos. 
Justiça na Casa 7 -   Cartas más podem significar divórcio. Geralmente indicam riscos de processos. Se elas forem boas significa que a justiça será feita. Ambiente crítico, possível divergência com outros. Prudência necessária.

Casa VIII - A morte (num sentido de transformação e de metamorfose); é também o crescimento, os capitais, a magia, a iniciação e a sexualidade. O dote.
Justiça na Casa 8 -   O consulente poderá receber uma herança ou um dom) com cartas de ouros). Com cartas desfavoráveis, tendência para a liquidação de uma associação ou de uma comunidade.

Casa IX - A filosofia, a evolução espiritual, os sonhos, a religião, o estrangeiro, as grandes viagens, o ensino (particularmente com a Casa V, mas aqui num sentido mais esotérico), as altas faculdades do espírito, as ciências ocultas. A justiça, os processos, seu resultado.
Justiça na Casa 9 -  Posição que tende a que se faça justiça ao consulente, vendo o fim de uma divergência ou processo. 

Casa X - Os pontos mais altos da carreira, a maturidade, o destino, as honras, os fatos determinantes, os atos.
Justiça na Casa 10 -  O principal fato num futuro próximo será uma separação ou uma ação de justiça. Favorável com uma boa carta na casa I.

Casa XI - Os amigos, a publicidade, a política, os desejos ou aspirações, os projetos, a vida social, as relações.
Justiça na Casa 11 -  Feliz para um mandato, uma eleição, novas possibilidades sociais ou profissionais. Ajuda ou testemunho de um amigo. 

Casa XII - O inconsciente, o que está oculto, os amores secretos. As doenças graves, os hospitais, as casas de repouso, as prisões, o crime.
Justiça na Casa 12 -  Aborrecimentos e preocupações com a justiça; risco de processos, falência, etc. Encontro com um homem de leis, que se terá como inimigo.



Sugestão de interpretação 2:

Casa 1 (Áries) - Refere-se ao caráter do consulente, a seu temperamento, à sua personalidade e à sua aparência física.
Justiça na Casa 1 - Alguém severo (inclusive consigo mesmo), imparcial, rigoroso, lógico, honesto, responsável, econômico, com senso prático de julgamento apurado. Não aprecia improviso. Excelente cônjuge. Possibilidade de separação de casal.

Casa 2 (Touro) - Refere-se a fontes de renda, do dinheiro, dos bens e das finanças, bem como de bens adquiridos, do comércio e da morte do cônjuge (se houver).
Justiça na Casa 2 - Grande prudência permite estabilizar as finanças. Desembolso ou perda de dinheiro.

Casa 3 (Gêmeos) - Refere-se a parentes (irmãos, primos, etc.), a viagens curtas, a livros e cartas, a mudanças de residência, à vizinhança e aos meios de comunicação.
Justiça na Casa 3 - Talvez haja pequenos problemas com parentes. Viagens pouco favorecidas. A pessoa é detalhista.

Casa 4 (Câncer) - Refere-se ao lar, aos pais e ao patrimônio da família (sobretudo aos imóveis).
Justiça na Casa 4 - Pessoa implacável, porém justa. Possibilidade de herança.

Casa 5 (Leão) - Refere-se a afeição instintiva, de namoros, da vida social, do lazer, dos pequenos amores, de negócios arriscados, de relações internacionais, escolas e especulações.
Justiça na Casa 5 - Aridez. Pessoa que considera sua palavra lei. Possibilidade de rompimento de vínculos afetivos, de divórcio ou de separação. Dificilmente demonstra afeto.

Casa 6 (Virgem) - Refere-se ao trabalho, as obrigações, a saúde, o bem estar-físico, aos animais domésticos.
Justiça na Casa 6 - Evolução profissional (áreas bastante favorecidas: direito, contabilidade e política). Pessoa que pesa os prós e contras. Atenção às dificuldades respiratórias, à obesidade, ao diabetes, à pressão e ao coração.

Casa 7 (Libra) - Refere-se aos relacionamentos íntimos, ao cônjuge (se houver) e às associações comerciais, aos inimigos declarados e a processos.
Justiça na Casa 7 -  Retidão e honestidade nas relações sentimentais favorecem o equilíbrio no plano afetivo. Por vezes, falta flexibilidade nos hábitos ou acirramento da frieza. Legalização de uniões. Separação de casal.

Casa 8 (Escorpião) - Refere-se a sexualidade, a morte, as mudanças, os grandes negócios, as heranças, os testamentos e os legados.
Justiça na Casa 8 - Recebimento de herança ou término de associação. Necessidade de cautela.

Casa 9 (Sagitário) - Refere-se a viagens longas, o estrangeiro, línguas, justiça, processos, estudo superior, evolução espiritual, filosofia, espiritualidade e/ou religião.
Justiça na Casa 9 - Sucesso em procedimentos legais (partilham, herança, etc.). Fim de um processo ou de divergências.

Casa 10 (Capricórnio) - Refere-se ao destino, às honrarias, às aspirações e ao prestígio social, bem como à mãe ou à sogra do consulente.
Justiça na Casa 10 - Casamento, divórcio, contratos, processos, heranças, etc.

Casa 11 (Aquário) - Refere-se à vida social, dos amigos, da política, da diplomacia, dos benfeitores, de projetos, de esperança e de paz.
Justiça na Casa 11 - Bom julgamento com amigos. Observar com atenção as amizades.

Casa 12 (Peixes) - Refere-se a isolamentos, obstáculos, doenças graves, prisão, provações, amores secretos. Ao inconsciente, inimigos ocultos, às aflições, a processos criminais, à miséria. Conhecida como "inferno do zodíaco". 
Justiça na Casa 12 - Domínio sobre o passado (carmas etc.) risco de processos, preocupações com a justiça. 

Carta 13 (colocada no centro da Mandala) 
Síntese - Conclusão da leitura. 
Justiça na Casa Central - Estabilidade. Deve-se encontrar uma saída para determinada situação.


Sugestão de interpretação 3:

Casa 1 - Consulente/Momento Presente
Justiça na Casa 1 - Justa e correta com grande capacidade de avaliar. Momento de desafios e ajustes. Busca justiça para si mesma, interna e pessoal, individual e única, auto-avaliação.

Casa 2 - Dinheiro
Justiça na Casa 2 - Momento de desafios nas finanças. Como está na casa do dinheiro favorece ganhos em processos com justiça (se houver)

Casa 3 - Comunicação
Justiça na Casa 3 - Conflitos.  Desafios no meio onde interage.

Casa 4 – Lar/Família
Justiça na Casa 4 - Dificuldades nos relacionamentos familiares.

Casa 5 – Talento/Criatividade
Justiça na Casa 5 - Justa, correta e extremamente ética. Momento de desafio para colocar seu potencial em campo. Poderá ainda estar desenvolvendo atividade que não gosta.

Casa 6 – Trabalho
Justiça na Casa 6 - Desafios em relação ao trabalho diário. Fazendo ajustes, buscando justiça para si mesma. Falta de reconhecimento.

Casa 7 – Casamento/Sociedades
Justiça na Casa 7 - Crise no afetivo, fazer ajustes, buscar justiça para si mesma. Elo karmíco.

Casa 8 - Transformações
Justiça na Casa 8 - Dificuldades para fazer as transformações e mudanças que deseja.
Ver que está na casa 11 para saber o desdobramento.

Casa 9 – Espiritualidade
Justiça na Casa 9 - Final de karma.  Inicia agora um momento de vida mais justo.

Casa 10 - Carreira
Justiça na Casa 10 - Momento de desafios em carreira.

Casa 11 – Projetos futuros/Sonhos/Aspirações.
Justiça na Casa 11 - Rever planos e avaliar. O momento é de proteção e de finalização dos desafios e dos obstáculos. Evitar alto grau de exigência consigo mesma.

Casa 12 – Inconsciente
Justiça na Casa 12 - Busca justiça para si mesma. Superego severo, se cobra e se sente cobrada. Sinaliza ainda problemas causados na infância com ausência ou falta de identificação com pai.



Em sites de astrologia encontram-se as informações necessárias para se aprofundar neste método e fazer leituras completas.

Algumas abordagens pelas Casas Zodiacais:

  • Casa I – IDENTIDADE BÁSICA: Eu, personalidade, saúde geral, é o ascendente, indica as características externas de comportamento, temperamento, habilidades naturais. - Áries governa a cabeça, os hemisférios cerebrais, maxilar superior, os olhos, o rosto.
    • Casa II – VALORES PESSOAIS: Dinheiro, bens, segurança pessoal ligada às finanças, como você lida com o dinheiro, orientando as realizações econômicas, capacidade de ganhos, carinho do casal. - Touro governa a boca e a garganta, o pescoço, orelhas, paladar, laringe, glândula tireoide, maxilar inferior, veia jugular e faringe ...
    • Casa III – INTERAÇÃO E INTERCÂMBIOS: Comunicações, papo, flertes, amigos, cartas, telefonemas, pequenas viagens, irmãos, irmãs, primos, vizinhos, determina como você se relaciona com as pessoas mais chegadas, a forma que se conduz nos primeiros estudos e primeiros conhecimentos. - Gêmeos governa os membros, clavícula, omoplata, braços, mãos, dedos e pulmões, glândula timo, costelas superiores, traqueia, brônquios, sangue.
    • Casa IV – RAÍZES E VIDA PRIVADA: Lar, mãe, estrutura familiar, seu meio e suas coisas. Raízes raciais e culturais. Abrange as características emocionais mais profundas e diz respeito à atitude em relação à família, ao lar, à pátria e às raízes, conforto pessoal, propriedades, reputação. - Câncer governa o estômago, funções digestivas, diafragma, mamas...
    • Casa V – EXALTAÇÃO E CRIATIVIDADE: Prazeres e diversões, talento, filhos e relacionamento com estes, jogos de azar, passeios, esportes, artes, namorados, casos amorosos, gravidez, memória, inteligência. Comportamento sexual. - Leão governa coração, sistema circulatório, região dorsal da coluna...
    • Casa VI – ORGANIZAÇÃO E DIA A DIA: Rotina, trabalho, estudo, tios, empregados, animais, saúde, suas obrigações e dedicações.  - Virgem governa os intestinos, região abdominal, tem forte influência no sistema nervoso, baço...
    • Casa VII – RELACIONAMENTOS E PARCERIAS: Tu, o outro, marido, noivo, namorado, parceiro, amante fixo, casamento, associações, sociedades, divórcios, inimigos declarados.  - Libra governa rins, bexiga, equilíbrio fisiológico, região lombar, coluna, pele, sistema vasomotor...
    • Casa VIII – RECICLAGEM E INVESTIMENTOS: Sexo, oculto, astral, magia, morte física, doenças, ganhos possíveis de heranças ou testamento, grandes transformação, magia, metamorfose. - Escorpião governa os órgãos genitais, aparelho excretor, uretra, cólon, ânus, bexiga, próstata, osso pubiano,ossos nasais...
    • Casa IX – FILOSOFIA E METAS DE VIDA: Espiritualidade, religião, o sentimento religioso, aspirações filosóficas, ideias, encontros importantes, assuntos legais, parentes não sanguíneos (cunhados e sogros), viagem longa – ao exterior, convicções religiosas, aprendizado através do auto-conhecimento. É a casa dos conhecimentos profundos, dos estudos filosóficos, éticos e metafísicos. - Sagitário governa as coxas, os músculos de uma maneira geral, o que rodeia os quadris, sacro e espinha, vértebra, fêmur, nervos ciático...
    • Casa X – STATUS E PROFISSÃO: Social, como se é visto socialmente, patrimônio, pai, carreiras, realização pessoal e profissional, seu lugar na sociedade, regimes, sucesso, fama. Determina a maneira como reagimos diante de uma autoridade ou qualquer pessoa que esteja em uma posição superior à nossa. O comportamento em relação ao pai, ao chefe, ao governante. - Capricórnio governa joelho, pele e ossos, juntas, articulações, cabelos...
    • Casa XI – AMIGOS E TRIBOS: Projetos futuros, amigos no geral, sonhos e desejos íntimos, esperanças, aspirações, metas e objetivos de vida, consciência política, atuação revolucionária. Associações, clubes, organizações de caridade e sindicatos. Aquário governa as pernas - dos joelhos para baixo – e os tornozelos...
    • Casa XII – SISTEMA DE FÉ: Área de sacrifício, hospitais, inimigos e situações ocultas, prisões reais e psíquicas, o inconsciente, os amores ocultos. As nossas avaliações mais profundas, é o lado adulto e nebuloso de nós mesmos, auto-anulação, tristezas, impedimentos à satisfação sexual. - Peixes governa os pés, dedos...


    Lucia






    Cartas e Destino - Hadés

    Transforme sua vida com o tarô – Ademir Barbosa Junior

    Taro Egípcio - Guia Prático na Mandala Astrológica.
    girafamania.com.br
    Imagem Google




    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Leia antes de postar!

    Devido a falta de tempo, dúvidas ou ajuda na interpretação de cartas e jogos serão respondidas somente via e-mail, faça seu pedido acessando o link:

    → Aulas de Tarot - Interpretação de Jogos - http://samantha-tarologa.blogspot.com.br/p/aulas-praticas-de-tarot-interpretacao.html

    Pagamentos via PayPal e PagSeguro.


    Agradeço a sua visita.
    Volte sempre!

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    Selos